Se a prosperidade nasce da confiança, por que não estamos todos no mesmo estagio?

11/07/2018

No dicionário da língua portuguesa  “confiar” também significa entregar , então podemos também concluir que se não “entregamos” não temos “confiança” e se não temos confiança não temos “prosperidade”?

                E neste processo simples, envolvendo um jogo de palavras, que nos convida a refletir sobre o quanto estamos estagnados e não utilizamos a nossa capacidade máxima para as potencialidades  que cada um de nós possui para exercer com coragem de ser quem realmente somos.

                Vamos analisar de outra forma, como por exemplo: A maçã consegue ser outra fruta, como por exemplo, uma melancia, ou vice-versa? Não. E sabe por quê? Porque a potencialidade da maçã é ser maçã e a melancia é de ser melancia.

                E assim é o ser humano… Nasce com potenciais incríveis para realizar aquilo que ele foi programado para desenvolver e fazer o melhor e o que ele faz? Olha para o ” vizinho” e deseja ser aquilo que o outro é, e neste momento a “loucura” está instalada e a frustração vem associada ao fracasso e a falta de confiança, que por sua vez afeta a prosperidade.

                Aniquilamos a nossa própria existência.

                Uma grande oportunidade de recomeço foi estabelecida e no momento estamos recebendo uma nova chance para renovar e inovar. E para analisar novas estratégias e reconstruir o caminho da prosperidade, desde que cada um identifique as contradições, sendo sincero com as próprias convicções, tendo consciência dos próprios dons e “colher” talentos  individuais para seguir a jornada rumo as conquistas…

A “chave” está em seguir confiante o “chamado”  interno do coração, esquecendo os “pactos de vinganças”, exaltando os sentimentos nobres, tendo confiança no caminho,  estabelecendo oportunidades para celebrar a prosperidade que cada um possui e que é inata ao ser humano e que respeita uma ordem cósmica, baseada no  merecimento individual, afinal nada vem sem trabalho,  disciplina, foco, organização, persistência e resistência.

A Natureza não dá saltos!

Tenha paciência…

Faça tudo com Amor e confie…

O melhor está reservado para cada um nós… Que cada um faça a sua parte…

“O propósito da alma não é aquilo que fazemos, mas aquilo que somos…”

Namaste!


Seja o primeiro a comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *